FAÇA SUA BUSCA

BUSCA POR CÓDIGO

Lello Miami Portal de Notícias

01.02.2016

Facilidade para abrir empresas leva negócios brasileiros a Miami

 

O sol de Miami, no Estado americano da Flórida, ganhou novo brilho para empreendedores brasileiros.

O dólar valorizado e as vendas desaquecidas por aqui tornam a exportação da marca mais atraente. Ajuda o fato de Miami possuir condições climáticas parecidas e muitos brasileiros que passam férias ou possuem residência por lá.

Empresários que já fizeram as malas e especialistas dizem que o processo é rápido.

"Em quatro dias úteis é possível obter todas as licenças para se abrir um negócio por lá, por 12% do valor que teria que ser gasto no Brasil", afirma Leonardo Freitas, sócio-gerente da consultoria Hayman Woodward, especializada no tema.

Segundo ele, a parte burocrática do processo, que inclui obter as licenças necessárias, custa de US$ 700 (R$ 2.800) a US$ 1 mil (R$ 4 mil).

Alexandre Martins, 39, é sócio da Fábrica de Bolo Vó Alzira, no Rio, e vai abrir a primeira filial na cidade americana em março.

Ele diz que obteve o EIN (número de identificação de empregador), que tem função similar à do CNPJ no Brasil, em três horas.

Martins estima que o investimento total na empreitada será de cerca de US$ 150 mil (R$ 600 mil), incluindo o aluguel do ponto comercial no bairro de Boca Ratón.

Já Daniela Carneiro, 36, sócia do salão de beleza Esmell, com filiais no Leblon e Ipanema, também no Rio, se surpreendeu com o modelo de contratação americano.

"Não há Ministério do Trabalho ou CLT. O contrato é registrado com o auxílio de advogados e estipula o valor de pagamento por horas trabalhadas. Ele pode ser rompido a qualquer momento sem problemas", conta ela.

A inauguração do Esmell em Miami Beach, que deve ocorrer nas próximas semanas, atende os anseios da clientela brasileira majoritariamente da classe A.

"Muitas clientes constituíram uma segunda residência em Miami ou passam sempre férias por lá e viviam pedindo para que abríssemos uma filial", diz Carneiro.

O investimento total para abertura do salão foi estimado em US$ 250 mil (R$ 1 milhão).

Mas há também complicações. Júnior Durski, proprietário da rede de restaurantes Madero, do Paraná, teve dificuldades para obter as liberações junto ao Corpo de Bombeiros e à prefeitura da cidade americana.

"Comprei um ponto que já existia, na Oceand Drive, e troquei o tipo de fogão que havia por lá e aumentar o número de assentos de 107 para 115. Por conta disso, fiquei oito meses atrasado em meu cronograma", conta o chef.

Para Durski, a falta de uma legislação trabalhista pode ser um ponto fraco. "Do mesmo jeito que eu demito quando quero, os funcionários também podem ir embora da noite para o dia."

PARA TODOS

Tanto o salão quanto a loja de bolos não miram apenas o público brasileiro.

"A nossa ideia, aliás, é nem fazer menção ao fato de sermos do Brasil", conta Martins, da Fábrica de Bolo. "Não queremos ser vistos como algo exótico."

No Esmell, a expectativa é que a origem brasileira jogue a favor. "Nosso jeito de atender é melhor que o dos salões americanos. Vamos conquistar o público daqui", diz Carneiro, que vai fazer intercâmbio entre os funcionários brasileiros e americanos.

*

PASSO A PASSO
O que é preciso fazer para abrir uma filial nos EUA

RAZÃO SOCIAL
De modo semelhante ao que ocorre no Brasil, você deve escolher um nome para registrar a sua empresa na junta comercial de Miami. Você pode também ter um nome fantasia, diferente

REGISTRO
Quem o fornece é a Receita Federal. O EIN, similar ao CNPJ, só é obrigatório para as empresas do tipo CORP. As LLC podem ser identificadas com o número do seguro social do dono nos EUA

BANCO
Toda empresa estabelecida nos Estados Unidos precisa ter uma conta bancária. Além de reunir a documentação exigida pelo banco, é preciso fazer um depósito inicial na conta que varia de
US$ 1.000 a US$ 1.500

LICENÇA
Para obter a licença de negócio, é preciso ir até o escritório da Receita Estadual ou preencher formulário on-line. Custos e processos variam de acordo com a natureza do negócio da companhia

ENDEREÇO
A empresa precisa ter uma sede em solo americano. Caso você ainda não tenha um endereço estabelecido, pode usar aquele do seu contador como uma referência inicial

ESTADUAL
Com nome, modalidade e endereço do negócio definidos, é hora de se registrar para se tornar uma entidade legal no Estado da Flórida. Seu endereço de correspondência pode ser apenas uma caixa postal

MODALIDADE
Há dois tipos. As LLC são como as limitadas no Brasil, mas o imposto é pago pela pessoa física proprietária. As CORP tem divisão societária. Vale consultar um contador para escolher o mais adequado

TAXA DE VENDAS
Se o seu negócio for no varejo, você vai precisar pagar uma taxa para ter um certificado que lhe permitirá efetuar vendas, que deve ser solicitado no departamento de receitas

 

 

Fonte: Folha de São Pauo

VOLTAR PARA PORTAL DE NOTÍCIAS